domingo, 31 de março de 2013

Ensaio sobre a homofobia cristã

Saudações, queridos leitores (alguém lê isso mesmo?) do Colher de Sopa!

Nesses útlimos dias eu tenho discutido muito sobre isso. Foram vários comentários relativamente grandes no Facebook sobre esse tema atualmente em voga. Daí resolvi escrever esse post; para que sempre que precisar discorrer sobre o assunto, eu apenas cole o link da postagem e voilá, instant answer.

Se achar o texto muito grande, leia pelo menos os dois últimos parágrafos. Agradeço.


Sou hétero e já fui cristão (hoje não tenho frequentado igreja alguma). Não tenho problemas com homossexuais, tampouco com os religiosos. Vou tentar escrever com o mínimo possível de parcialidade; não sei se é possível total imparcialidade sobre um dado tópico. Dito isso, vamos partir para o que interessa. 

Vou começar pelo pastor Marcos Feliciano, que tem causado um grande rebuliço por aí. Mesmo acusado de racismo e homofobia, pra quem ainda não sabe (sério mesmo?!), ele foi eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos. Vários prostestos têm sido feitos contra isso até por figuras populares como Wagner Moura, Fernanda Montenegro, Chico Buarque, entre outros. Seja isso certo ou não, o Feliciano precisa fazer um bom malabarismo com suas palavras, pois enquanto pastor ele não pode ser a favor dos homossexuais, até porque é biblicamente errado; enquanto presidente da Comissão de Direitos Humanos ele não pode ser contra, ora, não preciso explicar o porquê. Daí ele apenas aponta que não tem problemas com os homossexuais se resolverem no conforto dos seus lares, mas que pai (conservador) de família algum gostaria que seus filhos avistassem um casal de homossexuais se beijando na rua.

E daí? Daí que muitos ignorantes têm tido a mania de confundir diversas coisas. Por exemplo, saiu a notícia de que um casal de homossexuais estuprou uma criança. O que eu li por aí e parafraseio: "Cadê os protestos contra a homofobia e contra o Feliciano? Agora todos se calam". Então quer dizer que homossexual deve ser discriminado por que eles vão estuprar seus filhos? EU ACHO que vi por aí uma quantidade maior de notícias sobre estupros cometidos por héteros. Tenho apenas a impressão... Que tal condenarmos os héteros também? Parece coerente. Nem discuto o nome do Feliciano aí no meio! Haja paciência...

Ainda sobre esse lance de homofobia, eu tenho visto (pra mim esse tipo de comentário é o mais lamentável) muita gente comentando que daqui uns dias vai ser lei ser homossexual. Que todo mundo vai ser homossexual, e blá blá blá. Sério mesmo? Você gosta do sexo oposto? Mas e como funciona isso? Se alguém te pressionar você deixa de gostar é? Nunca vai deixar de existir heterossexuais (obviamente... se isso acontecesse, adeus ser humano) assim como nunca vai deixar de existir os optantes por outras opções (são muitas, eu não sei de cor) você gostando ou não.

Eu não tenho problema algum com igreja que não permita casamento gay em seu interior. Óbvio. É realmente bíblico que o comportamento homossexual é errado! Pelo mesmo motivo não vejo problemas em homossexuais não serem aceitos em igreja ou terem sofrer alguma punição por tal. São suas crenças. Se você não aceita, procure outra que te aceite, ou faça sua comunhão com Deus sozinho. Agora, com o Brasil é diferente. O homossexual é um ser humano como qualquer outro, deve ter seus direitos assegurados. O estado é (pelo menos até então) laico. Não podemos nos guiar por fundamentalismo religioso quando  pensarmos nossas leis. É preciso que haja esse discernimento! 

Para o encerramento, peço desculpas pela minha escrita. Curso exatas; tenho mais habilidade com números do que com palavras, mas deixo aqui registrado o meu pensamento talvez desestruturado e desorganizado. Obviamente que não falei tudo que tenho a dizer sobre o assunto; só agora percebo que existe muita coisa a ser dita, mas eu vou tentar resumir nos próximos parágrafos.

Eu ainda não conheci uma igreja evangélica que não pregue (entre outras coisas, obviamente) o amor ao próximo, mas cadê ele? Deus (o cristão) ama a TODOS, não é? Estando certos ou errados. Pecadores ou não pecadores. Eu gosto de acreditar que Jesus não se agradaria muito em ver discriminação contra qualquer que seja o indivíduo! Alguém se lembra de alguma história sobre ele e uma prostituta? Tem a ver com atirar pedras...

Enfim. Que respeitemos sempre o próximo. Seja ele o que for, faça ele o que fizer. O que NÃO quer dizer achar certo. Pode achar errado. Se alguém estiver ferindo o espaço de outrém com esse erro, está liberado conversar como gente civilizada. Sem imposições, sem discriminações, sem humilhações.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Ir para Topo